4 de dezembro de 2013

Mostra Nacional de Infografia 2013 | Infolide 2013








Com vocês, a Mostra Nacional de Infografia 2013!

Esse ano recebemos mais de 250 infográficos de todo o país, divididos entre as tradicionais 4 categorias: jornais, revistas, online e outros.


Também temos 3 artigos exclusivos:

- "Jornais multiplataforma exigirão novas narrativas e precisarão de novos profissionais: as fronteiras entre designers e jornalistas devem desaparecer", por Eduardo Asta

- "Infografia além das redações", por Gerson Mora

- "O poder da imagem na conotação de histórias", por Mariana Santos


Além disso, esse foi o primeiro ano em que a Mostra realizou um prêmio. Um juri de profissionais e acadêmicos de todo o país escolheu os melhores trabalhos em cada uma das 4 categorias. A entrega dos certificados aos melhores trabalhos foi feita no Infolide 2013, no dia 30 de novembro.



















Baixe o PDF completo da Mostra aqui

Veja também todos os vencedores da premiação da Mostra 2013 aqui

30 de novembro de 2013

Debate | Infolide 2013

O encerramento do #Infolide2013! Debate "Empresário, Freela ou Empregado? Eis a Questão".

O casting de participantes:
- Eduardo Asta, infografista do Estadão
- Gerson Mora, infografista e dono do estúdio Maná E.D.I.
- Larissa Magrisso, gerente de conteúdo e social media da W3haus
- Vanessa Queiroz, designer (que não gosta de ser chamada de CEO) do Colletivo Design
- Alexandre Lucas, editor executivo de arte da Revista Época e mediador do debate

“Tem uma angústia que quase todo mundo aqui compartilha: pagar as contas”. Foi assim que Alexandre Lucas abriu o debate. Foram muitos temas e discussões. Veja alguns highlights

Empreender é pra todo mundo? 
Vanessa: “Quando criamos o Colletivo, tínhamos 23 anos. Nosso pensamento era: o que temos a perder?”
Larissa: É possível empreender dentro do trabalho, inovar
Gerson: “Empreender não é pra todo mundo”. É importante ter background
Asta: “Não é pra qualquer um mesmo”

Tem espaço para todo mundo ser empreendedor?
Vanessa: “Éramos 4 designers que não entendiam p*** nenhuma de administração”. Disse também que tem sido mais difícil fechar negócios por causa da concorrência. O estúdio hoje tem mais de 20 pessoas e Vanessa diz que não vale mais a pena trabalhar com mercado editorial, os preços são baixos. “Hoje o freela é meu concorrente”.
Gerson: Diz que mesmo quem é freela tem que ter interesses estratégicos. Às vezes pode valer a pena pegar um trabalho por um preço baixo mas que renda contatos no futuro

Como ter um diferencial?
Larissa: é importante pensar no seu projeto pessoal. Ter um blog de um assunto que gosta e construir uma rede de influenciados/influenciadores por ser um diferencial
Asta:“Eu acho que você tem que focar”. Disse que é importante encontrar um nicho dentro de determinado mercado. Um exemplo é a Câmera GoPro: “esse cara descobriu um nicho de mercado altamente competitivo”.
Vanessa: “A premissa 'se você é bom, você se estabelece' é verdade (...) Outra coisa é ter muita cara de pau”, sobre se divulgar da melhor forma possível.

Trabalhando com a 'Geração Y'
Alexandre Lucas: "Eu enxergava uma escada a frente, essa geração parece enxergar um salto"
Vanessa: “Gerir gente é a coisa mais insuportável do meu dia”. Para Vanessa, o mais difícil da Geração Y é a cobrança que vem depois, "o recibo"
Asta: "Muito poder mas pouco controle"; são talentosos, mas impacientes e às vezes difícil de serem gerenciados.

Como abrir meu negócio?
Vanessa: Networking é muito importante. Descobrir com a experiência alheia certas minúcias burocráticas.
Final: uma dica para quem está comçando a empreender
Vanessa: Humildade  
Laerissa: Sonho. Pensar no que você gosta de fazer, mas também não parar de aprender  
Gerson: Contato com pessoas que trabalham na carreira que você deseja  
Asta: Fazer o que você gosta e ter uma estratégia para se manter

Peixe fora d'água? | Infolide 2013

Larissa Magrisso é jornalista. Não é designer, não é infografista nem programadora. Não trabalha numa redação jornalística mas foi a última palestrante do Infolide2013. Por quê?

Ela é gerente de conteúdo e social media da W3haus. Já passou por redações e portais, como o Zero Hora e o Portal Terra. Foi em 2010  que ela sugeriu a criação de uma área de conteúdo na agência W3haus. Hora de criar novas soluções, lá em 2010 e também hoje!

Larissa administra mais de 200 publicações semanais e gerencia marcas com milhares de fãs.

"Redbull é mais uma marca de conteúdo do que de energético", disse Larissa. As marcas estão se renovando, criando eventos e conteúdos para atingir seus parceiros/consumidores/público. Alguns exemplos:

- Video Coca Cola Manifesto Content 2020
The Girl Effect, uma causa patrocinada pela Nike
Viva Linda, do O Boticário, um movimento pela auto-estima
- Sonho de Valsa e o plantão do amor

Entre café e lexotan | Infolide 2013

Sérgio Pecanha, atormentado por tendências: "Semana passada, recebi um e-mail da Renata Steffen que mudou a minha vida. Ela me pediu para falar sobre tendências. Desde então estou entre café e lexotan", brincou.

Quais são suas apostas para o futuro: Snow FallA Game Between Shark and MinnowOut of Syria, Into a European Maze e The Russia Left Behind são alguns exemplos. "A gente está vendo o nascimento de uma nova linguagem". "Hoje em dia, qualquer designer, ou quem faça comunicação visual, tem que tentar aprender um pouco de CSS e java script, na medida do possível". "Agora sim eu posso voltar a falar por onde começaria... sobre mim!".

E foi assim que começou a palestra de Sergio Peçanha, editor de infográficos da seção internacional do NYTimes.

Após uma chuva de apostas em tendências, Peçanha contou sua história, como passou por algumas redações no Brasil e foi para os EUA. Primeiro, para o The Dallas Morning News, e depois para o Times.

O departamento de infografia do NYTimes tem cerca de 36 pessoas. "É muito diferente do que vocês conhecem, primeiro porque tem muita gente", disse. Para Peçanha, quem trabalha na redação é jornalista: "você tem que ser o dono da mensagem, não só o dono da figura ou do desenho (...) se você percebe que o que está fazendo é mais do que embelezar, mas sim contar uma história, é possível se posicionar melhor".

Sérgio mostrou uma série de cases. Veja alguns:

- Um mapa de dia a dia do conflito da Líbia
Como os rebeldes da líbia dominavam as montanhas, um gráfico feito por Sergio a partir de um contato com um leitor da Líbia
- Um mapa de detalhes da região em conflito, um dos poucos em que foi usada uma base de dados
- Um gráfico com a destruição na principal rua de Misurata, feito com uma fonte direto da Líbia
- Uma base de dados animada sobre os medalhistas de atletismo de todos os tempos

Portuguesa com certeza | Infolide 2013

Mariana Santos tem um história incrível. Cheia de idas e vindas, a portuguesa, nascida em Faro, graduou-se em Lisboa, passou pela França, Alemanha, Suécia, trabalhou no Guardian, no Reino Unido, foi para o Chile pelo Knight Center e agora está na Costa Rica. Ufa! Alguém pode fazer um mapa disso tudo?

Ela também tem histórias incríveis! Suas andanças pelo mundo lhe garantiram experiências marcantes que foram compartilhadas com todo o publico do Infolide2013.

"Eu poderia falar em português brasileiro, mas me sinto meio rídicula", já vai avisando no começo de sua palestra no Infolide2013. Relaxa, Mari, a gente te compreende perfeitamente!

Mariana mostrou alguns exemplos do Guardian, como gastos públicos e o city guide de Mumbai. Foram trabalhos inovadores, bem trabalhados em design e articulação de equipes de visualização de dados, conteúdos multimídia e comercial. Foram resultados de trabalho em equipe. "Não há essa coisa de eu. É nós! É nóis!", no melhor estilo brasileirês.

Na redação do Guardian, Mariana chegou desrespeitando a primeira regra não escrita do jornal: nunca mande um e-mail 'for all'. Há dois anos das Olimpíadas de 2012, Mariana mandou um e-mail 'for all': "vamos fazer um brainstorm para as Olímpiadas?". Em algumas horas, mais de 100 pessoas responderam ao seu chamado geral. entretanto, uma das chefes do Guardian proibiu o encontro! "O processo se colocou na frente da criatividade de todo mundo, o que foi uma pena", disse Mariana

A chica poderosa não se desanimou e movimentou sua equipe em vários projetos para os jogos, como o de visualização das arenas e até um incrível jogo hipster estilo 8 bits! "Na natação, você podia competir contra jesus andando sobre as águas! Quanto mais ridículo fosse, melhor".

Agora no ICFJ Knigh Fellow, Mariana chegou ao Chile movimentando toda a equipe. "Ser estrangeira me deu uma certa vantagem - e uma grande responsabilidade". Com uma equipe de designers, jornalistas e programadores, ela fez o especial de 40 anos do golpe no Chile

"Espírito de equipe vence todas as adversidades", concluiu Mariana.

Infografia e Nostradamus | Infolide 2013

Desastres, revoluções, caos, crise, gente a menos. É o apocalipse? É o fim do mundo? Não! São as redações jornalísticas, perdidas no meio da modernidade e mudanças da segunda década do século XXI.

Fabrício Miranda, diretor de arte da Super, fez o papel de futurólogo no Infolide2013. Ele mostrou 6 tendências que vão fazer parte do futuro dos infográficos e vááários exemplos:


1. INTERACTIVE
Interativo, mas não totalmente navegável/personalizável

Your Daily Dose of Water
Exemplo de gráfico da Good com a Levi's. Marketing + Editorial

Paths to the White House
Medalha de prata no Malofiej 2013, é interativo, mas tem um número limitado de possibilidades

Evolution of the Web
"A sensação de interação, de manipulação, serve como gatilho para prender o leitor"

Snow Fall
"A 'snowfallização' da infografia!" Esse foi um mega trabalho jornalístico com conteúdo interativo e integrado - e a materia virou referência


2. MOTION
Narrativa linear, sem interação. "O leitor é pego pela mão e recebe uma sequência de informações"

The Solar System
Conteúdo editorial em vídeo.
"Você pode dar um livro sobre como o sistema solar funciona ou passar esse vídeo"

Lolo Jones
Feito com sensores, foi medalha de ouro do Malofiej2013


3. REAL TIME
Ininterrupto, com monitoramento e tracking

Kepler's Tally of Planets
O que a sonda Kepler, da Nasa, está captando pelo espaço

Guns
Quantas pessoas são mortas com armas de fogo nos EUA

Wind Map
Google reuniu dados de ventos nos EUA


4. USER INTERFACE
É o mesmo que o interactive, mas o usuário consegue alterar a base de dados
Exemplos: apps de finanças, como o mint.com


5. CONTENT
Baseado em dados do usuário
Exemplo: mapa de palavras/sentimentos do Foursquare


6. VISUAL ART
Infografia não com finalidade editorial, mas como expressão artística

Feltron 2012
Um catálogo pessoal de costumes durante um ano

Design Thinking | Infolide 2013

Desde que nos conhecemos por gente - e como designers! - ouvimos uma máxima: "FORMA SEGUE FUNÇÃO". Estava escrito nas tabuletas dos 10 mandamentos do design? Posso seguir cegamente? O mundo se resume a isso?

Esse mandamento é uma máxima do design funcionalista. Mas, acreditem, não é a única solução do mundo! É o que falou Fabio Silveira, coordenador da pós graduação em design editorial do IED (Instituto Europeo di Design), na primeira palestra do #Infolide2013

"Depois da década de 2000, começou uma importância do design como serviço." O design torna-se mais vivo e menos utilitarista. É isso que prega o Design Thinking. Pensado pela DSchool, de Standford, é um método de resolver problemas de design com um pensamento abdutivo, ligado à inovação. Tem 3 principais áreas:

1. Empatia (visão multidisciplinar)
2. Colaboração (co-criação, por exemplo o trabalho da Works That Work)
3. Experimentação ("criar coisas loucas")

Há várias formas de se pensar design. Uma delas é o modelo diamante. Esse pensamento colaborativo possibilitou várias soluções para objetos e coisas que amamos, como a Chaleira Alessi, o Nintendo Wii ou as luminárias Artemide.

Fábio cita uma série de exemplos para encontrar outras formas de escapar das velhas tabuletas dos mandamentos do design utilitarista. Vale dar uma conferida:

- Projetos do Ideo
- Perfil do Design Thinking Educadores
- Hello Change! - da Funky Projects
- Imagens da Luba Lukova

Veja a apresentação do Fabio feita no Infolide2013 no slideshare dele: http://www.slideshare.net/fabio.designerbr

13 de novembro de 2013

Inscrições | Infolide 2013

infolide 2013



[ Dúvidas com inscrições, por favor entre em contato com infolide@mandacarudesign.com.br ]

CONFERÊNCIA
PALESTRAS + DEBATE


Sábado, 30.nov
Faculdade Cásper Líbero (Av. Paulista, 900, 5º andar - Cerqueira César - São Paulo/SP)
9h - cadastro
10h às 16h - palestras com intervalo para almoço
16h às 18h - debate: "Empresário, Freela ou Empregado? Eis a questão."

Inscrições encerradas via PagSeguro. 

Ainda é possível participar pagando no dia do evento com cheque ou dinheiro.


Profissionais
R$ 115

Estudantes
R$ 100

Alunos Cásper
R$ 70